logo
Soluções de Impressão para Empresas
Toners e Tinteiros Reciclados

255 611 565

info@printerman.pt

Top

Porque é que Deve Declarar Guerra aos Toners Usados?

Soluções de Impressão para Empresas | Toners e Tinteiros Reciclados

Porque é que Deve Declarar Guerra aos Toners Usados?

Todos os dias vê as impressoras da sua empresa trabalharem sem descanso.

Kilos de toner escorrem diretamente para centenas de folhas impressas, e num canto, acumulam-se os toners usados no escritório.

Agora, que está na hora de os deitar fora, o que deve fazer?

O ecoponto não lhe parece ser a solução certa, e deitar para o lixo está fora de questão.

Mas não se preocupe.

Seguindo as instruções deste artigo, vai ver que é um processo bastante simples.No entanto, se a gestão destes resíduos não for bem feita, as multas começam nos 7.500€.

Por isso fique connosco, que vamos explicar-lhe tudo.

Porque é que deve declarar guerra aos toners usados?

Não há outra forma de dizer isto.

Os toners são o inimigo (por muito inofensivos que possam parecer).

Enquanto têm toner, tudo bem… trabalham para nós.

Mas depois de usados, se não os descartar corretamente, eles transformam-se em guerrilheiros, focados no seu plano diabólico… contaminar o nosso planeta.

E não estou sequer a brincar…

Aquela pequena e inofensiva caixa, arrasta-se durante 1000 anos pelo nosso planeta, até se decompor.

E dado que uma fábrica pode produzir cerca de 500 MIL toners por mês, em breve eles dominarão o mundo, se não nos precavermos.

E só há uma forma de impedir que isso aconteça:

Tratando-os como devem ser tratados. Como Resíduos de Equipamentos Eléctricos e Electrónicos (REEE).

E é disso que vamos falar a seguir.

Como Funciona a Reciclagem de Toners, e Porque é Que é Essencial Para o Seu Negócio (e para futuro do nosso planeta)

No ponto anterior, descrevi os toners como os nossos grandes inimigos, devido ao tempo que levam a decompor-se.

E sim, dramaticamente, chamei-os de guerrilheiros.

Mas por uma razão:

É que todos os dias são vendidos milhões de toners.

Muitos deles são descartados como lixo normal, o que, para além de desnecessário, é um comportamento mortífero para o futuro do nosso planeta, e para o meio ambiente.

Mas isto só acontece por dois motivos:

  1. Porque as pessoas não estão informadas sobre a maneira certa de se descartarem dos toners vazios, e por isso não os reencaminham para a reciclagem, nem protegem o meio ambiente.
  2. Porque as pessoas simplesmente não querem saber, não se querem dar ao trabalho, nem têm respeito pelo planeta em que vivemos.

No entanto, se está a ler este artigo, pertence a um terceiro tipo de pessoas.

O tipo de pessoa suficientemente sensata e consciente, que procura compreender a forma certa de se livrar destes resíduos, em vez de improvisar e contaminar o ambiente.

Então eis o que deve fazer:

Deve contactar uma empresa licenciada na gestão e tratamento de REEEs.

Esta é a forma correcta para se descartar dos toners vazios, porque os toners e tinteiros de impressoras, incluem-se na extensa lista de produtos considerados Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrónicos.

Ao contrário do consumidor doméstico, que pode entregar os seus toners e tinteiros num ecoponto próprio, as empresas têm outras obrigações:

  1. Não podem acumular toners ou tinteiros por um período superior a 1 ano.
  2. Têm de ter guias de acompanhamento de resíduos (E-GAR), que provem o destino que lhes deram nos últimos 5 anos. Dessa forma, são obrigadas a estarem inscritas no SILIAMB.
  3. Devem contratar empresas certificadas que lhes garantam esses serviços (Guia de acompanhamento, gestão e tratamento dos resíduos).

Leia mais sobre o decreto de lei aqui.

No entanto, há uma coisa que é responsável por garantir:

Que a empresa contratada para fazer essa gestão, contém os seguintes códigos da Lista Europeia de Resíduos (LER):

16 02 13 – Equipamentos Fora de Uso Contendo Substâncias perigosas
16 02 15 – Componentes Perigosos Retirados de Equipamentos Fora de Uso
Porquê?

Porque, segundo as directivas internas da APA, os tinteiros e toners são considerados resíduos perigosos, e por isso devem ter um tratamento especial, que só empresas com esses códigos estão certificadas para o fazer.

Se a empresa que contratar não os tiver, é porque não está habilitada para fazer esse tratamento, e, no caso de a contratar, a responsabilidade máxima é sua, ou seja, da empresa que utilizou os toners (ou tinteiros).

Por outro lado, caso não faça esta reciclagem de REEE’s, não só contamina o planeta e promove o desperdício, como a ASAE pode apresentar-lhe uma multa choruda.

Então que empresas o(a) podem ajudar na gestão de REEE’s?

Existem diversas empresas em Portugal, que se deslocam até ao seu escritório (ou qualquer outro local), recolhem os toners usados e levam-nos para a reciclagem.

A Gestão de REEE’s é também um dos serviços que pode contratar à Printerman.

Se quiser, podemos ajudá-lo(a) a livrar-se das preocupações de gerir o seu lixo eletrónico.

Por apenas 80€ anuais, fazemos a recolha e o tratamento dos toners e resíduos da sua empresa.

Tem direito a uma recolha por ano, até 50 kg de tinteiros e toners (e inclui recolha gratuita de qualquer outro tipo de REEE), e assim não precisa de se preocupar com a reciclagem dos consumíveis de impressora, nem com potenciais multas.

Além disso, fica com a guia de acompanhamento.

Se apenas uma recolha por ano não chegar, vamos conversar sobre formas de fazer recolhas extra.

Por isso, se quiser descartar-se corretamente dos toners que se acumulam na sua empresa, e proteger o meio ambiente, estes são os passos que deve tomar.

Tem dúvidas? Não há como falar com um dos nossos técnicos.

Soluções de Impressão para Empresas | Toners e Tinteiros Reciclados